INSTRUÇÕES E TEXTO PARA O PLANEJAMENTO ESCOLAR

FEB
5

PLANEJAMENTO ESCOLAR TEXTOS

I – Possibilita reflexão sobre o trabalho realizado no ano anterior na escola.
II – Possibilita a integração entre os professores, os que já estavam na escola com os que chegaram, pois sabemos que sempre há alguns professores novos.
III – Possibilita a análise dos dados do processo ensino e aprendizagem dos alunos, em que nível conceitual está, quanto já avançaram no seu desenvolvimento real, potencial e proximal.
IV – Possibilita a discussão coletiva e o conhecimento das ações desenvolvidas pelos diferentes professores, no ano anterior, é necessário que todos da escola discutam os objetivos que pretendem alcançar, permitindo assim o inicio do planejamento anual, que constituirá o ponto de partida que determina, justifica e da sentido à intervenção pedagógica.
V – Possibilita a construção compartilhada do planejamento, de todas as ações desenvolvidas na sala de aula, evitando assim a fragmentação dos objetivos e conteúdos, seja na educação infantil, nos ciclos do ensino fundamental ou no ensino médio.
VI – Possibilita compartilhar, discutir e analisar qual concepção de ensino e aprendizagem os professores trabalham, quais suas experiências, quais as experiências que foram produtivas e não produtivas para os alunos.
VII – Possibilita que a instituição se constitua como unidade educacional e que construa dinamicamente, com consciência um planejamento, no qual estão expressa as teorias e os saberes que sustentam a prática pedagógica dos professores.
VIII – O planejamento dá sentido às ações do dia-a-dia do professor, reduzindo assim o improviso, sua prática tem uma intencionalidade definida a partir dos objetivos que pretende alcançar.
IX – O professor tem a oportunidade de ser autor consciente de seu trabalho, saber por que está fazendo desta e não de outra forma.
X – O planejamento com os objetivos bem definidos a partir das capacidades que se pretende que os alunos desenvolvam, certamente reduzirá as condutas contraditórias com os objetivos educacionais compartilhados e teremos melhores avanços no processo ensino-aprendizagem.
Para fazer um planejamento que atenda tanta diversidade é necessário que o professor faça uma profunda reflexão e mudança de sua prática e mudar é sempre muito difícil, não bastam bons cursos de formação, é muito complexo, Morin diz que “O ser humano tende a afastar tudo o que é complicado”, ele prega que se faça, com urgência, uma modificação nessa forma de pensar e conclui que “Só assim vamos compreender que a simplificação não exprime a unidade e a diversidade presente no todo”.
Perrenoud apresenta no seu livro Dez Competências Para Ensinar, alguns saberes para os professores,
·        Trabalhar a partir das representações dos alunos.
·        Trabalhar a partir dos erros e dos obstáculos à aprendizagem.
·        Conceber e administrar situações-problema ajustadas aos níveis e às possibilidades dos alunos.
·        Observar e avaliar os alunos em situações de aprendizagem, de acordo com uma abordagem formativa.
·        Fornecer apoio integrado, trabalhar com alunos portadores de grandes dificuldades.
·        Suscitar o desejo de aprender, explicitar a relação com o saber, o sentido do trabalho escolar e desenvolver na criança a capacidade de auto-avaliação.
·        Desenvolver a cooperação entre os alunos e certas formas simples de ensino mútuo.
·        Nestes exemplos mostramos que Perrenoud, faz uma abordagem por competências, e que, se bem planejadas e colocadas em prática na sala de aula.
Mensagem para abrir uma reunião de Planejamento!

Sempre ao começar uma reunião, encontro, semana pedagógica ou como queira chamar, o coordenador precisa antes de mais nada sensibilizar a todos os presentes, como uma forma de abrir portas, para a compreensão enecessidade que os educadores tem de planejar o ensino.
O texto a seguir, toca profundamente no que é ser diferente, e acredito ser bem utilizável num encontro entre professores por buscar questionar o que é ser o diferente nas ações, atitudes e pensamentos.
Podemos divergir em muitos momentos, mas o respeito pela diversidade de opiniões sempre deve prevalecer. Boa Leitura!
Alma dos Diferentes
“… Ah, o diferente, esse ser especial!
Diferente não é quem pretenda ser. Esse é um imitador do que ainda não foi imitado, nunca um ser diferente.
Diferente é quem foi dotado de alguns mais e de alguns menos em hora, momento e lugar errados para os outros que riem de inveja de não serem assim. E de medo de não agüentar, caso um dia venham, a ser.
O diferente é um ser sempre mais próximo da perfeição.
O diferente nunca é um chato. Mas é sempre confundido por pessoas menos sensíveis e avisadas.
Supondo encontrar um chato onde está um diferente, talentos são rechaçados; vitórias, adiadas; esperanças, mortas. Um diferente medroso, este sim, acaba transformando-se num chato. Chato é um diferente que não vingou.
Os diferentes muito inteligentes percebem porque os outros não os entendem. Os diferentes raivosos acabam tendo razão sozinhos, contra o mundo inteiro.
Diferente que se preza entende o porque de quem o agride. Se o diferente se mediocrizar, mergulhará no complexo de inferioridade. O diferente paga sempre o preço de estar – mesmo sem querer – alterando algo, ameaçando rebanhos, carneiros e pastores. O diferente suporta e digere a ira do irremediavelmente igual: a inveja do comum; o ódio do mediano.
O verdadeiro diferente sabe que nunca tem razão, mas que está sempre certo.
O diferente começa a sofrer cedo, já no primário, onde os demais de mãos dadas, e até mesmo alguns adultos por omissão, se unem para transformar o que é peculiaridade e potencial em aleijão e caricatura.
O que é percepção aguçada em : “Puxa, fulano, como você é complicado”.
O que é o embrião de um estilo próprio em : “Você não está vendo como todo mundo faz? ”
O diferente carrega desde cedo apelidos e marcações os quais acaba incorporando. Só os diferentes mais fortes do que o mundo se transformaram (e se transformam) nos seus grandes modificadores. Diferente é o que vê mais longe do que o consenso. O que sente antes mesmo dos demais começarem a perceber.
Diferente é o que se emociona enquanto todos em torno agridem e gargalham. É o que engorda mais um pouco; chora onde outros xingam; estuda onde outros burram; quer onde outros cansam. Espera de onde já não vem.
Sonha entre realistas. Concretiza entre sonhadores. Fala de leite em reunião de bêbados. Cria onde o hábito rotiniza. Sofre onde os outros ganham.
Diferente é o que fica doendo onde a alegria impera. Aceita empregos que ninguém supõe.
Perde horas em coisas que só ele sabe importantes.
Engorda onde não deve.
Diz sempre na hora de calar.
Cala nas horas erradas.
Não desiste de lutar pela harmonia.
Fala de amor no meio da guerra.
Deixa o adversário fazer o gol, porque gosta mais de jogar do que de ganhar.
Ele aprendeu a superar riso, deboche, escárnio, e consciência dolorosa de que a média é má porque é igual.
Os diferentes aí estão: enfermos, paralíticos, machucados, engordados, magros demais, inteligentes em excesso, bons demais para aquele cargo, excepcionais, narigudos, barrigudos, joelhudos, de pé grande, de roupas erradas, cheios de espinhas, de mumunha, de malícia ou de baba. Aí estão, doendo e doendo, mas procurando ser, conseguindo ser, sendo muito mais.
A alma dos diferentes é feita de uma luz além. Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os pouco capazes de os sentir e entender.
Nessas moradas estão tesouros da ternura humana. De que só os diferentes são capazes.
Não mexa com o amor de um diferente. A menos que você seja suficientemente forte para suportá-lo depois.”
Texto Atribuído a Arthur da Távola

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Juntos por uma Educação de qualidade e uma boa Literatura

%d blogueiros gostam disto: