LEIA A CRÔNICA INÉDITA FEITA PELO PROF. E ESCRITOR SOBRE #SOMOSTODOSMACACOS

Leia a crônica feita pelo prof. e escritor Alex de França Aleluia sobre o assunto #somostodosmacacos.

 

psicólogo

SERÁ QUE SOU UM MACACO? O PSICÓLOGO ZÉNAR DIZ

 

– Juzimar, tem mais algum cliente hoje?

– Sim, senhor Zénar. O Severino.

– Tudo bem. Ele já chegou?

– Sim. É ele ali. – a secretária apontou ao cliente.

– Pede para ele entrar, por favor!

– Ok.

Zénar senta em sua poltrona esperando a entrada do seu mais novo paciente. Sua secretária abriu a porta e levou o paciente até o divã.

– Fique à vontade!

– Obrigado.

Após o paciente se acomodar no sofá-cama, o psicólogo Zénar começa a fazer suas respectivas perguntas para sua análise.

– Boa tarde, seja bem vindo. Queria que você ficasse a vontade. Então… o que lhe traz aqui?

– Sabe Dotô, to meiu incabuladu, purque vi que todo mundo tá dizendu que somos macacos. E eu não sou.

– Severino, isto se alastrou por causa do jogador Daniel Alves que recebeu no campo, de um jogador, que por sinal já está detido,  uma banana.

– Uai, mais é isto que está confuso. Se dizem que somos todos macacos, purque prenderam quem jogou a banana? Já que macaco come banana.

– Você é um macaco?

– Eu não dotô! – Disse assustado, levantando-se do divã.

– Por que o espanto? Você não é um macaco?

– Não. Não sô. Purque se eu fosse, não taria aqui e nem trabalharia por dinhero.

– E você não gosta desta comparação?

– Não. Num gosto. Macaco é macaco. Eu não sô macaco. Só purque um jorgador disse que somos macacos e todos repetem. Issu mostra que nois não temu pensamento póprio. Eu tenhu. Posso fala errado, mais sei de minhas atitudis.

– Então, você é racista?

– Não. Num sô racista. – Severino levantou e começou a falar alto – Só purque não queru ser macaco? O senhor é macacu? A sua mãe é macaca?

– Olha, não fala mal da minha mãe! – Zénar perdeu a paciência e se levantou também. – Se  você chamar minha mãe de macaca eu te arrebento.

– Uai? O senhô é racista?

– Não. Não sou.

– Então… purque a fúria?

– Porque não sou macaco. Minha mãe não é macaca.

– Ah é?

– É, é sim!

– Então, purque qui no facibuque o senhor compartilho o somos todos macacos. O senhô é igual todo mundo. Num pensa! Como vi que o senhô tinha compartilhado com uma banana. Truxe uma penca para o senhô.

– Sai daqui agora! Some.

– Vou sim. Você acha mesmu que eu me consultaria com um macaco.

– SAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII – Gritou o Zénar.

 

 

 

 

Anúncios

Uma opinião sobre “LEIA A CRÔNICA INÉDITA FEITA PELO PROF. E ESCRITOR SOBRE #SOMOSTODOSMACACOS”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s